Hind Said Said
Hind Said Said, descendente de Libaneses

Como descendente de Libaneses sempre amei a cultura e tudo o que a envolve, sem contar que faz parte da minha vida. Meu aprendizado como dançarina profissional começou em agosto/1994 em Porto Alegre com a 1ª divulgadora da dança do ventre aqui no Sul do país, profª Maria Lou Couto-SP, o aperfeiçoamento e limpeza de meus movimentos devo muito à minha amiga Clarice Lauer
Schmitt, a quem devo minha devoção e grande carinho, pela paciência que me dedicou em meus primeiros passos rumo à profissionalização, não foi minha mestra, mais foi uma grande amiga que com muita boa vontade me passava o que sabia, pelo simples prazer de me ensinar esta arte .Clarice , esta em meu coração eternamente sem contar a grande magia da sua dança que me hipnotizava.
Mais tarde, fiz cursos específicos de básico, intermediário e avançado com a profª Samira Samia, a qual até hoje tenho contato e continuo meu aprendizado, grande conhecedora da cultura Oriental a minha eterna admiração a esta mestra maravilhosa.
Fiz aulas também com Najua –SP, Soraia Zaied –SP e Lulu Sabongi – SP, tenho o privilegio de ser aluna delas . Todas as minhas mestras são de um carisma infinito, conhecedoras da cultura árabe e nos passam seus conhecimentos com muita sensibilidade e doçura , sem jamais esquecer de sempre nos exigir muita disciplina.
Quando as vejo dançando ao vivo, me derramo em lágrimas, parecem Deusas que desceram dos céus e dançam à minha frente para que possam me passar só um pouquinho da sua técnica, graça e beleza. Aqui fica registrado minha gratidão eterna à essas Deusas maravilhosas.

Hoje em dia ministro aulas de todos os níveis, workshops , apresentações , etc... Tento passar às minhas alunas o pouco que aprendi durante esses anos, além de técnica, tento mostrar a cultura, a arte , costumes, culinária etc, através de pesquisas e estudos, que muitas vezes vou buscar com as minhas mestras. Noto que minhas alunas me ensinam mais coisas do que eu à elas. Aprendi com cada aluna o pouco que vivo diariamente, é uma troca constante , onde eu ensino o que sei e ela, a aluna, me ensina o que eu não sei. Agradeço à todas as minhas alunas do meu coração, obrigada pela dedicação, disciplina e pelo carinho que me demonstram.

Não poderia deixar de agradecer meu eterno amado, Marcão, que desde o meu primeiro dia de aula até hoje, sempre me incentivou, foi o meu propulsor, minha âncora e fez de mim a mulher que sou hoje e a bailarina a qual me tornei.
Agradeço ao meus filhos Youssef e Andrei, pela paciência que tiveram comigo, pela ausência , por motivos de viagem rumo em direção a vasta cultura árabe.

E por fim agradeço à todos os meus amigos(as), à todas as pessoas que trilharam comigo esse caminho tão florido e árduo ao mesmo tempo, para

todos vocês!


"MEU CORAÇÃO E MINHA MENTE PARA VOCES, E QUE ALÁ OS PROTEJA"

Hind de junho/2000

HOMENAGEM Á VIDA, HOMENAGEM Á MULHER

Nada mais contraditório do que "ser mulher"...
Mulher que pensa com o coração,
Age pela emoção e vence pelo amor.

Que vive milhões de emoções num só dia e
Transmite cada uma delas,
Num único olhar.

Que cobra de si a perfeição
E vive arrumando desculpas para os erros,
Daqueles a quem ama.

Que hospeda no ventre outras almas,
Dá a luz e fica cega,
Diante da beleza dos filhos que gerou.
Que da as asas, e ensina a voar,
Mas não quer ver partir os pássaros,
Mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.

Que se enfeita toda e perfuma o leito,
Ainda que seu amor nem perceba mais tais detalhes.

Que como uma feiticeira,
Transforma em luz e sorriso as dores que sente na alma,
Só para ninguém notar.

E ainda tem que ser forte,
Para dar os ombros para quem neles precise chorar.
Feliz do homem que por um dia souber,
Entender a alma da mulher.


 

Osvaldo Aranha 1180, 404 - 3377.2350 - rakselsharq@yahoo.com.br
Raks El Sharq© - todos os direitos reservados